6 Regras para o Sucesso

0

6-regras-para-o-sucesso-1
Por Arnold Schwarzenegger

É claro, as pessoas me perguntam o tempo todo: Qual é o segredo para o sucesso?

Lembre-se dessas 6 regras, acredite em si mesmo, quebre algumas regras, não tenha medo de errar, não se importe com o que dizem, treine feito um louco e agradeça, saiba dar o retorno.

PRIMEIRA REGRA: Acredite em si mesmo.
O mais importante é que você tem que pensar consigo mesmo e se perguntar quem você quer ser, não o que os seus pais ou seus professores querem, mas você.
Falo sobre se perguntar o que o faz feliz, não importa o quão louco possa parecer para as outras pessoas. A regra número 1 é acreditar em si mesmo não importando como ou o que outros acham.

SEGUNDA REGRA: Quebre as regras:
Temos muitas regras na vida, para tudo. Digo quebre as regras não a lei, mas quebre as regras. É impossível seguir todas as regras com rigor. Você tem que pensar além, é o que eu acredito. Depois de tudo, qual é o ponto negativo a final? Se tudo o que você quer fazer é o que você gosta e isso não irá te causar confusão. O único caminho que vejo é quebrar algumas regras.

TERCEIRA REGRA: Não tenha medo de errar.
Tudo que fiz ao longo da vida, sempre esperei pelo erro. Eu sei, você não pode ganhar sempre mas não tenha medo de tomar decisões e errar. Você não pode ficar paralisado pelo medo ou pela falha, ou você nunca irá alcançar seus limites. Você continua se testando porque você acredita em si mesmo e na sua ambição e sabe que é a coisa certa a fazer. E o sucesso irá vir. Então não tenha medo de errar.

QUARTA REGRA: Não escute o que dizem de ruim.
Muitas vezes as pessoas dizem: Você não pode fazer isso, ou isso nunca foi feito antes. Eu adoro quando alguém diz ninguém fez isso antes porque então eu faço e isso significa que eu fui o primeiro a fazer. Não dê atenção para as pessoas que dizem o que não pode ser feito. Eu nunca escuto que eu não posso e sempre escuto a mim mesmo e digo: Sim eu posso.

QUINTA REGRA: Trabalhe duro.
Toda pedra pode rolar. Muhammad Ali, um dos grandes pugilistas e herói dos anos 70, deu uma entrevista onde um repórter o perguntou: Quantas repetições abdominais você faz? E ele disse: Eu não conto quantas repetições faço, só começo a contar quando começa a doer. Aí eu começo a contar, ai que eu realmente começo a contar. Isso que te faz campeão, isso que dá significado a tudo. Sem dor, sem ganhos. Ao sair para se divertir, andando sem destino, saiba que alguém no mesmo tempo está trabalhando duro, está ficando mais esperto, alguém está ganhando, lembre-se disso.Se eu não ganhar, não há nenhum caminho além de treinar muito, muito, muito. Lembre-se: Ninguém irá fazer por você se você não o fizer.

Eu sempre penso que o dia tem 24h. Você dorme 6h, então você tem 18h por dia. Sei que existem pessoas que dormem 8 ou 9h por dia, eu tentaria dormir menos. É o que recomendo.

SEXTA REGRA: Ter gratidão:
É sobre retribuir. Para qualquer coisa que você faz na vida, você precisa achar um tempo para agradecer, retribuir. Para sua comunidade, seu estado ou seu país. Ajudar outras pessoas irá te dar muito mais satisfação do que qualquer coisa que você fizer na vida.

Share.

About Author

André Miranda

Nascido no Rio de Janeiro, mas, devido a sua ascendência nordestina, criado na Bahia, começou Karatê em 1988, na extinta Lince Karatê Clube, com a Sensei Amanda Barcelar Pires (primeira faixa-preta mulher da Bahia, aluna de Denilson Caribé - ASKABA). Graduou-se faixa preta pela FNAM, com o Sensei Masco Monteiro. De volta ao Rio de Janeiro, continuou seu treinamento com o Sensei Humberto Amorim (6º Dan), no Quartel São João da Urca, com quem continua treinando. Praticante do estilo Shotokan Ryu, o qual é 3º Dan, em 2009 começou a praticar Jiu-Jitsu (sob a orientação do Sensei Gustavo Souza - 6º Dan) e Aikido (sob a orientação do Sensei Luciano Santana - 4º Dan). Amante da cultura Japonesa fundou o Instituto Ishindo, onde busca difundir a cultura e tradição marcial japonesa.

Comments are closed.