Jojutsu

Jojutsu

A Madeira contra o Aço

Jojutsu, que significa “a arte do jô”, também chamado de Jodo (caminho do jô), é uma arte marcial japonesa que se utiliza do bastão de carvalho, médio de 1,28m de comprimento. Nascida da adaptação do bastão Bô, qual tinha o comprimento de 1,80m, cuja técnica chama-se Bojutsu, o jojutsu está centrado na defesa contra a espada japonesa.Em tempo, este simples objeto, muitas vezes confundido com um cajado, se tornou uma eficaz arma no repertório dos Samurais.Atualmente o Jojutsu é praticado como arte independente, ou mesmo como parte do treinamento de outras artes marciais, como, por exemplo o Aikido.

A tradição oral revela que o Jojutsu surgiu do duelo entre o espadachim Miyamoto Musashi e Muso Gonnosuke, que utilizando-se de uma bastão bô, reforçado com anéis de metal, fora derrotado pelo lendário samurai. Inconformado, Muso Gonnosuke se isolou no alto de uma montanha e supostamente sonhou com um bastão menor (1,28m), qual seria ideal para vencer a kataná. Imediatamente desceu a montanha e fabricou o bastão jô, buscando Musashi por todo o Japão, até que os dois se enfrentaram novamente. O resultado deste duelo é muito controverso, em que algumas versões declaram a vitória do Gonnosuke e outras a Musashi. Há ainda quem defenda o empate.

O que se tem de histórico realmente é que o Bastão Jô surgiu como uma alternativa para os samurais, sendo introduzido no tradicional Kobudo. Também passou a ser utilizado por muitos monges, pois disfarçados de cajados, serviam a várias funções, inclusive, defesa contra marginais nas antigas estradas do japão.

Com o Jô, o guerreiro ou monge não precisaria matar o oponente; uma vez que seu golpe não era cortante, não havia derramamento de sangue. Por este motivo o jojutsu (jodo) foi chamada de “A Arte da Paz”.

Atualmente é ensinado e treinado pelas forças de segurança do Japão, inclusive a polícia municipal.Sua prática propicia boa forma, saúde, concentração e é uma ótima opção de defesa pessoal, uma vez que, qualquer bastão pode ser convertido em um bastão jô, contra uma iminente ameaça.