Bakezōri Yokai

0

A Bakezōri (化 け 草 履, que significa literalmente “fantasma-sandália”) é um ser imaginário do folclore japonês, pertencente ao grupo Yōkais.


“Na mitologia japonesa, Yōkai é o nome dado para qualquer tipo de “demônio”, criatura ou aberração da natureza. Como não poderia deixar de ser na mitologia oriental, os Yōkais, em sua maioria, tem poderes altamente bizarros, que, obviamente, acabam gerando altas confusões do barulho.”


yokai__bake_zori_by_niban_deidara_n_chan-d3ecc9n

O Bakezōri descrito como uma sandália vagando com dois braços e duas pernas, mas apenas um olho, costuma dar sustos em casas habitadas durante a noite, correndo e cantando continuamente: “Kararin, kororin, kankororin, Managu Mittsu ninmai” (カ ラ リ ン, コ ロ リ ン, カ ン コ ロ リ ン, ま な ぐ 三 つ に歯 二 ん 枚; “Kararin, kororin, kankororin – Dois olhos, três olhos e dois dentes !!”). Possivelmente ele está zombando de seu mais nobre “primo”, o famoso Geta.

Bakezōri pode ter sido criado no folclore japonês, a partir das tradicionais sandálias Zori, feitas de palha de arros, com tecido tradicional, para que as crianças não deixassem suas sandálias perdidas.

O Bakezōri pertence a um grupo especial de Yokai, chamado tsukumogami (付 喪 神 “Espírito Artefato”):
Diz-se que Bakezōri são normalmente inofensivos para os seres humanos, mas podem começar a rasgar coisas ou perturbar a paz das casas. Sua motivação é o tédio e frustração, ou simplesmente vingança e ciúme.

Bakezori

Share.

About Author

André Miranda

Nascido no Rio de Janeiro, mas, devido a sua ascendência nordestina, criado na Bahia, começou Karatê em 1988, na extinta Lince Karatê Clube, com a Sensei Amanda Barcelar Pires (primeira faixa-preta mulher da Bahia, aluna de Denilson Caribé - ASKABA). Graduou-se faixa preta pela FNAM, com o Sensei Masco Monteiro. De volta ao Rio de Janeiro, continuou seu treinamento com o Sensei Humberto Amorim (6º Dan), no Quartel São João da Urca, com quem continua treinando. Praticante do estilo Shotokan Ryu, o qual é 3º Dan, em 2009 começou a praticar Jiu-Jitsu (sob a orientação do Sensei Gustavo Souza - 6º Dan) e Aikido (sob a orientação do Sensei Luciano Santana - 4º Dan). Amante da cultura Japonesa fundou o Instituto Ishindo, onde busca difundir a cultura e tradição marcial japonesa.

Comments are closed.