Compartilhando a prenda divina

0
“Porque todos nós compartilhamos este planeta Terra, temos de aprender a viver em harmonia e paz uns com os outros e com a natureza. Este não é apenas um sonho, mas uma necessidade.” (Dalai Lama)

Bodhisatvas

Nos tempos em que vivemos, é cada vez mais comum vivermos isolados uns dos outros; ainda que cercados de milhares de pessoas, estamos cada vez mais sós.

Muito deste nosso auto-isolamento se dá em razão da cada vez mais proliferante tecnologia da informação, que nos maravilha com suas facilidades de contato de interação social a distância. Estamos ficando dependentes deste novo tipo de relacionamento, vivendo uma vida intensa nas redes sociais, porém deixando de lado a vida aqui fora, no mundo real.

Mesmo quando estamos em uma balada, é cada vez mais comum o uso de aparelhos tecnológicos para nos comunicarmos. Isso nos leva a uma mudança comportamental que resulta em diversos problemas, inclusive de saúde.

Estudos recentes apontam para a necessidade de convivermos mais uns com os outros; de realizarmos atividades ao ar livre e com interação social. Esporte pode ser uma boa opção, mas também atividades lúdicas como encontros em parques e ambientes naturais, pois o convívio com a natureza nos beneficia não só socialmente, mas também em nossa saúde.
465045_10151466782723051_1616905976_o
Para vivermos hoje em sociedade não é fácil, pois existe uma multiplicidade de comportamentos e tipos de individuo. É importante, portanto, nos livramos de ideias pré-concebidas e preconceitos ultrapassados para vivermos plenamente esta nova realidade social. Precisamos quebrar velhos paradigmas e aceitarmos os novos paradigmas da sociedade. Precisamos respeitar estas novas identidades sociais e convivermos com respeito e amor verdadeiro pelo espírito humano.

Afinal, somos todos habitantes deste mesmo planetinha que orbita uma galáxia entre milhares de outras neste imenso universo de tantos outros possíveis.

Mãos em prece em agradecimento por este presente divido que é a vida.

Namastê

Compartilhe.

Sobre o Autor

André Miranda

Nascido no Rio de Janeiro, mas, devido a sua ascendência nordestina, criado na Bahia, começou Karatê em 1988, na extinta Lince Karatê Clube, com a Sensei Amanda Barcelar Pires (primeira faixa-preta mulher da Bahia, aluna de Denilson Caribé - ASKABA). Graduou-se faixa preta pela FNAM, com o Sensei Masco Monteiro. De volta ao Rio de Janeiro, continuou seu treinamento com o Sensei Humberto Amorim (6º Dan), no Quartel São João da Urca, com quem continua treinando. Praticante do estilo Shotokan Ryu, o qual é 3º Dan, em 2009 começou a praticar Jiu-Jitsu (sob a orientação do Sensei Gustavo Souza - 6º Dan) e Aikido (sob a orientação do Sensei Luciano Santana - 4º Dan). Amante da cultura Japonesa fundou o Instituto Ishindo, onde busca difundir a cultura e tradição marcial japonesa.

Comments are closed.