CPJ – Centro Pan-Americano de Judô

0

Maior centro de treinamento de judô das Américas deve ficar pronto em 2014.

CPJ

No dia 28 de julho de 2014, foi entregue o Centro Pan-Americano de Judô (CPJ), que está localizado no município de Lauro de Freitas (BA), próximo a Salvador, na Praia de Ipitanga. O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, e o governador do estado, Jaques Wagner, assinaram na ocasião o Termo de Cessão de Uso do centro à Confederação Brasileira de Judô (CBJ), que agora passa a equipar o local para a inauguração oficial, prevista para novembro.

O complexo tem 20 mil m² de área construída e conta com ginásio climatizado, quatro áreas oficiais para competições, arquibancadas para 1.900 pessoas, salas de apoio, restaurante, vestiários e academia. Há ainda um prédio administrativo, com auditório para até 200 pessoas, e alojamentos para 72 atletas. O local tem também quadra poliesportiva, piscina e pista de corrida de 100m.

O CPJ é resultado de um investimento de R$ 43,2 milhões – R$ 18,3 milhões do estado da Bahia, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), e R$ 19,8 milhões da União. A CBJ aportou outros R$ 5,1 milhões para o projeto executivo e a compra de uma parte dos equipamentos e mobiliário.
foto_2_4
O Centro Pan-Americano será utilizado em competições e para receber atletas de outros países durante intercâmbios de treinamento e a aclimatação de delegações para os Jogos de 2016. “Ele não fica na Bahia por acaso. É uma forma de descentralizar o legado e o projeto de construção dos centros de treinamento de alto rendimento no Brasil”, disse o ministro Aldo Rebelo na cerimônia de entrega da obra. As operações no local tiveram início em agosto de 2013.

“O centro é uma referência para o judô das Américas. Temos um ginásio muito grande e capaz de sediar treinamentos, alojamento, prédio administrativo, com tudo que é necessário para fazer a preparação dos atletas, técnicos e árbitros. Vamos ter, agora, uma fase de compra de equipamentos, mobiliário e tatames para já iniciarmos o funcionamento”, acrescentou o secretário de Alto Rendimento.

Conheça o Centro Pan-Americano de Judô

Compartilhe.

Sobre o Autor

André Miranda

Nascido no Rio de Janeiro, mas, devido a sua ascendência nordestina, criado na Bahia, começou Karatê em 1988, na extinta Lince Karatê Clube, com a Sensei Amanda Barcelar Pires (primeira faixa-preta mulher da Bahia, aluna de Denilson Caribé - ASKABA). Graduou-se faixa preta pela FNAM, com o Sensei Masco Monteiro. De volta ao Rio de Janeiro, continuou seu treinamento com o Sensei Humberto Amorim (6º Dan), no Quartel São João da Urca, com quem continua treinando. Praticante do estilo Shotokan Ryu, o qual é 3º Dan, em 2009 começou a praticar Jiu-Jitsu (sob a orientação do Sensei Gustavo Souza - 6º Dan) e Aikido (sob a orientação do Sensei Luciano Santana - 4º Dan). Amante da cultura Japonesa fundou o Instituto Ishindo, onde busca difundir a cultura e tradição marcial japonesa.

Comments are closed.