Bonsai

Em uma tradução literal a palavra japonesa Bonsai significa “árvore que cresce na bandeja”, mas na verdade é mais que isso, e também não costuma ser em bandeja, como entendemos aqui no ocidente, seria mais apropriado dizer árvore que cresce no pequeno vaso.
dsc007961
Entretanto para ser considerado um bonsai a planta deve ter alguns atributos; primeira ela deve ser uma réplica em miniatura de uma árvore da natureza. Deve simular padrões de crescimento e os efeitos da gravidade sobre os galhos, além de marcas do tempo e estrutura geral dos galhos.

Podemos dizer que o bonsai, em verdade, trata-se de uma obra de arte produzida pelo homem que reflete a natureza. Assim, são diversos os cuidados que o criador deve ter para que o bonsai exprima a grandiosidade das árvores que vivem na natureza.

No entanto, diferente do que muitas pessoas pensam a arte do bonsai não começou no Japão, mas sua origem é atribuída à China. Sua técnica, porém, foi aperfeiçoada nas terras nipônicas, onde ganhou um caráter mais cerimonioso, através da sua associação com o zen-budismo.

De forma bem prática podemos dizer que a bonsai é uma réplica artística, em miniatura, de uma árvore natural, consistindo em dois elementos (árvore viva e o recipiente), que devem estar em completa harmonia.

Isso pode parecer fácil, mas não é, já que a escolha do vaso correto é uma arte em si. É importante dizer que usar o termo árvore bonsai é errado, já que o seu nome (bonsai) já inclui o elemento vivo, ou seja, a árvore.

O significado da sua palavra é Bon = planta e Sai = bandeja.

O objetivo maior do cultivador de bonsai é criar uma composição que exprima um local e momento da natureza, assim, como um pintor a transmite com a tinta e a tela.

CUIDADOS QUE VOCÊ DEVE TER COM O BONSAI

Ventilação: Busque um local arejado, com boa ventilação e pouca umidade. Tais cuidados evitam o surgimento de pragas como fungos e ácaros que podem danificar e até matar sua planta. Locais com grande umidade prejudica a transpiração da plantas.
Rotação de vaso: Para o crescimento uniforme de seu bonsai, o ideal é manter uma periódica mudança de posição do vaso; rotacione ele periodicamente a cada 15 ou 30 dias, modificando o lado que fica voltado para o Sol, isso evitará que surjam brotos apenas de um lado da planta.

Calor e vento: Em um país como o nosso, onde o clima é tropical, é comum termos dias de muito calor, isso leva o vaso do seu bonsai a perder água mais rápido que dias amenos. Para evitar isso, se necessário, regue duas vezes ou mais nesses dias. Entretanto lembre-se, o comum é realizar a rega uma vez por dia; em dias quentes, pode ser até duas vezes ao dia, mas sem nunca encharcar. Se, por qualquer motivo, a planta sofrer falta de água durante algum tempo, não tente compensar encharcando o vaso. Regue normalmente, pois a planta tem se tempo.

Cuidados para não queimar as raízes: Para uma melhor climatização da planta, orienta-se colocar o vaso de bonsai sobre um superfície que não acumule calor. Nesse sentido, os grandes bonsaistas indicam superfícies de madeira, e até suportes próprios existem para este fim. Materiais feitos de cerâmica e pedra absorvem e irradiam calor, danificando as raízes da planta.

Não tenha Receio de Mudar: Mesmo tomando todos os cuidados, às vezes o bonsai não se adapta ao local escolhido, apresentando sinais como brotos fracos e sem brilho, então será hora de mudar. Busque um local mais adequado com as condições para que ele se desenvolva saudável e feliz.

Umidade: Manter a planta sempre úmida é um desafio, pois água demais pode também causar danos, então, é importante manter uma rega adequada, evitando muita água sem que haja calor suficiente para evaporá-la.

Veja o Bonsai de Frente: Na escolha do local adequado para manter o seu bonsai, considere que o ideal é que el fique na altura dos seus observadores, pois assim ele poderão apreciá-los devidamente, sem que seja necessário se abaixarem.