Esporte e Lazer

O esporte no Japão é encarado com seriedade semelhante a que é dada ao trabalho. Entretanto é preciso diferenciar os esportes nacionais dos esportes, que poderíamos dizer, importados.

Como em qualquer outro lugar, no Japão são praticados diversos tipos de esportes, desde os esportes tradicionais como as artes marciais (budô), em especial o Judô, Karatê, Kendô e Sumô e outros como o Go e o Shogi, todos esportes nacionais. Mas também tem os esportes internacionais como o futebol, cuja liga nacional (J-League) foi criada em 1993 e o beisebol que é representado pela Nihon Professional Beisebol (NPB); todos introduzidos no país após a Restauração Meiji.

Os esportes tradicionais personificam os princípios culturais, espirituais, artísticos e estéticos do Japão, constituindo, além do sentido pragmático do esporte, um “caminho”. Esse sentido é principalmente visto nas artes marciais. O Sumô, esporte nacional do Japão, se originou dos antigos rituais em prol de uma farta colheita. Já o Kyudo e o Kendo se originaram das antigas artes do Kobudô, ou seja, as artes guerreiras do antigos samurais.

O futebol começou a ganhar projeção com a chegada de Zico ao time do Verdi, época em que começou a se formar os primeiros campeonatos e em 1992 era criada a J-League. Em 2002 o Japão se juntou a Coréia e sediou a Copa do Mundo de Futebol, ganhando muitos adeptos e torcedores. Hoje é o segundo esporte mais praticado no Japão, ensinado nas escolas.

Por sua vez o beisebol veio com os soldados Norte-Americanos e se tornou muito popular entre os jovens japoneses. A liga profissional japonesa de beisebol, a NPB, surgiu em 1934 e foi reformulada para o formato atual em 1950, contando atualmente com doze equipes de todo o país.

Devido a sua variedade de clima e relevo, alguns esportes não muito comuns aqui no Brasil, são amplamente praticados no Japão, tais como Snowboard, esqui e patinação no gelo, chamados de esportes de inverno. Ainda tem os esportes náuticos, bem como Golf e automobilismo, com o Super GT e Formula Nippon.

O governo japonês desempenha um importante papel através de sua política educacional e constante investimento, proporcionando acesso dos jovens às diversas modalidades esportivas, desde os esportes nacionais, como também aos internacionais como tênis, vôlei, natação, tênis de mesa entre tantos outros.

A visão de que com trabalho árduo e espírito de cooperação têm levado o Japão a conquistas expressivas resultados nos Jogos Olímpicos e demais competições mundiais nos mais diversos esportes.