Nome e Insígnia

O Instituto Ishindo (ler-se Ishindô) é representado por seu nome e insígnia, que tem a Phoenix amarela, em fundo verde circundada por uma elipse amarela, tendo ao centro sob a cabeça da Phoenix os kanji que representam o nome do instituto, sendo tudo ladeado por dois ramos de louros dourados. Trata-se de um Mon – símbolo heráldico japonês.

A Phoenix foi escolhida por ser simbolo de renascimento, perenidade e força. As cores do mon do Instituto Ishindo são verde e amarelo em razão das cores do Brasil; os louros dourados, ou coroa de louros tem origem na Grécia e eram ofertadas aos generais vitoriosos: Por isso usamos em nosso mom, pois significa a vitória sobre as adversidades, no sentido de que, não importam as dificuldades, sempre sairemos vitoriosos.

NOSSO NOME

Instituto Ishindo de Cultura e Pesquisa do Budô, que em japonês seria Ishindo Bunka Budō Kenkyūjo, foi assim denominado, em razão do seu ideal que é pesquisar os diversos estilos marciais criados após a restauração Meiji, chamados Gendai Budô (Karatê, Judô, Jiu-Jitsu, Aikido), bem como os princípios filosóficos do Bushido e sua aplicação nos dias atuais, resgatando a ética e modo de vida dos samurais.

Ishindo em Japonês

Instituto Ishindo de Cultura e Pesquisa do Budô

A palavra Ishindo é constituída da junção de três caracteres japoneses:

“I”, ou melhor ICHI, que significa “um, único”, que dá a ideia de unidade, coesão.

“Shin”, que significa “espírito, coração, verdade”, no sentido de intenção, vontade, ideal.

“Dô”, derivado do “Tao” chinês, que significa “caminho, via”, que na filosofia oriental quer dizer uma corrente filosófica, ligada normalmente a prática de umas das artes japonesas (chadô, budô, shodô etc…).

Então, traduzindo, ISHINDO seria algo como “Caminho de um só espírito”, querendo significar que seus integrantes (alunos e professores) caminham juntos com um único propósito que é o desenvolvimento humano, através da prática do Budô.

Entretanto, seu sentido vai mais além, pois quando se entende que Shin também significa coração, tem-se que Ishindo seria o Caminho uno do coração, significando um caminho que nos leva ao despertar do amor (agapê), por todas as coisas e pessoas.

Quando lido, como “Caminho da Verdade”, significa a intenção de se fazer tudo com verdade, intenção, presença.

Acreditamos que as artes marciais, de certa forma perderam sua conexão com o espiritual, com o enigmático, com a essência do Caminho, que é propiciar um modo de vida digno, honroso de amor e fraternidade, tão bem apregoados pelos maiores mestres do Budô moderno (Jigoro Kano, Gichin Funakoshi, Morihei Ueshiba).

Entendemos assim que, mais importante que vencer uma competição ou ganhar medalhas, está o desenvolvimento humano, através do fortalecimento físico e mental do individuo, pela formação do caráter e despertar do espírito combativo, no enfrentamento das questões do dia-a-dia.

A nossa proposta é a busca por auto-conhecimento e o desenvolvimento de habilidades que permitam ao praticante ter uma vida mais saudável e plena, enquanto pratica uma arte de auto-defesa.