Karatê e Saúde

0

Por Jáder Pereira Almeida
(Médico/Praticante de Karatê)

O conceito de Saúde mais difundido na sociedade é o proposto pela Organização Mundial de Saúde (OMS) que a define como um estado de completo bem-estar (1) físico, (2) mental e (3) social e não apenas a ausência de doenças. Cada vez mais, as pessoas estão se dando conta da importância da prática de atividade física e de ter uma alimentação saudável como uma forma de obter qualidade de vida. Quem pratica karatê, por sua vez, vai além. Essa arte marcial trabalhar tanto o corpo quanto a mente, proporcionando para que qualquer pessoa, independente da idade e do gênero, se torne um campeão, não só na saúde como também na vida.

SAÚDE FÍSICA

kids_karate Do ponto de vista da saúde física, o karatê apresenta bases, posturas e movimentos que ajudam a fortalecer a musculatura de diversas partes do corpo, principalmente aquelas relacionadas à coxa, quadril e tronco, permitindo que o seu praticante apresente um melhoramento da postura e uma maior resistência para as atividades do cotidiano. O fato de desenvolver exercícios tanto de resistência quanto de explosão permite uma otimização da circulação sanguínea periférica, hipertrofia celular, maior aporte de mioglobina para os músculos e potencialização do rendimento do consumo energético.

10-motivos-para-praticar-karate

Diversos tipos de doenças são evitados com a prática do karatê, como osteoporose, obesidade, dislipidemia, doenças cardiovasculares e vasculo-encefálicas, hipertensão, diabetes, gota, insuficiência vascular periférica, doenças renais, depressão, ansiedade, catarata, entre diversas outras. Entretanto, é importante frisar que a prática dessa arte sem orientação adequada pode resultar em patologias como osteoartrite, tendinite, bursite, ruptura de tendão e hérnia de disco.Para que possa desfrutar de todas as vantagens do karatê, as atividades precisam ser regulares, 3-5 vezes por semana, com uma duração mínima de 40 minutos. Antes do treino é importante realizar movimentos de aquecimento e alongamento, como uma forma de “preparar” o corpo para os exercícios mais pesados que o treino exige. Uma alimentação leve em frutas, consumo frequente de água e uma noite de sono diária de, no mínimo, 6 horas são pré-requisitos importante para que não ocorra maiores problemas durante o esforço físico.O ideal é procurar um médico antes de iniciar as atividades para uma avaliação geral das condições de saúde através da história clínica e do exame físico, além de solicitar exames importantes para uma análise do quadro cardiovascular, sendo indicado principalmente para aqueles indivíduos com mais de 40 anos de idade que apresentam alguma doença de base como hipertensão, diabetes, obesidade, dislipidemia e/ou tabagismo.

SAÚDE MENTAL

No que diz respeito à saúde mental, a psicologia e a psiquiatria tem mostrado através de pesquisas que essa é tanto importante quanto a saúde física na formação de um verdadeiro campeão.

Conta a história que, em um reino distante, havia dois povos com habilidades guerreiras. Um habitava o topo de uma grande colina e o outro vivia na base da mesma. O povo do topo resolveu invadir o da base. Atacaram pela noite, massacrando os seus adversários devido ao elemento surpresa. Incendiaram casas e roubaram suprimentos. Entretanto, o que mais causou revolta no povo da base foi que uma mãe estava desesperada devido ao fato do seu filho ter sido sequestrado pelo povo do topo. Então, o povo da base juntou os seus melhores guerreiros, os mais fortes e musculosos, para invadir o povo do topo e recuperar a criança.

Eles começaram a subir a colina, entretanto perceberam que essa era muito íngreme e com diversos obstáculos… Tentaram por diversos caminhos, mas todos eram muito difíceis. Acabaram que sucumbiram… Todos voltaram para a cidade da base, cansados, machucados e cabisbaixos… De repente, eles avistaram uma mulher vinda no horizonte ao seu encontro. Era a mãe com o seu filho que havia sido sequestrado nos braços! Perguntaram: “Como você conseguiu?!?!?! Nós somos muito mais fortes que você e não obtivemos êxito! Você é apenas uma frágil mulher…”. A mãe respondeu: “Se você tivesse a mesma motivação que eu, tenho certeza que você acharia um jeito de conseguir”.

Os adeptos do karatê são orientados a desenvolver a fé, o foco, a coragem e a perseverança dentro de si, assim como a mãe da história, para que possa ter a capacidade de vencer qualquer batalha. A motivação da mãe foi o seu filho que havia sido sequestrado.

E você, qual é a sua motivação?

Jornada

Esse questionamento é importante para que o lutador possa se tornar grande tanto por fora, quanto por dentro. Infelizmente, devido à grande quantidade de informações e ao excesso de compromissos, as pessoas estão gastando cada vez menos tempo em apreciar o silêncio, desenvolver estratégias de aperfeiçoamento intrapessoal e meditar sobre os seus pontos fortes e fracos.

O karatê resgata esse hábito… É uma tarefa simples e que pode trazer resultados incríveis, tanto no tatame, quanto na vida pessoal e profissional. Tudo é uma questão de desenvolver estratégias, principalmente aquelas relacionadas à motivação. Como posso me motivar a ser um bom amigo? Uma boa mãe? Um bom lutador? Um bom marido? Um bom profissional?

Quando fortalecemos nossa mente através do karatê, passamos a utilizá-lo em todos os lugares pelos quais passamos. Usamos quando somos educados no trânsito; quando ajudamos um idoso a atravessar a rua; quando não jogamos lixo na rua; quando admitimos que estamos errados em alguma coisa; quando fazemos uma doação à uma instituição de caridade; quando nos recusamos à prejudicar as pessoas de forma indevida; quando respeitamos nosso pai, mãe, os mais velhos e também os mais novos! É amadurecer o caráter, tentar sempre controlar da raiva, valorizar quem realmente merece ser valorizado e acreditar que não há nada no mundo que seja impossível de realizar.

O Karatê ensina que você é aquilo que acredita ser. Se achar que é forte, estará certo. Mas se achar que é um fraco, também estará certo…

SAÚDE SOCIAL

Por último, mas não menos importante, a saúde social. Ela corresponde a um conjunto de elementos criados pela sociedade que repercute diretamente na qualidade de vida das pessoas. É condicionada e determinada, entre outros fatores, pelo transporte, trabalho, moradia, meio ambiente, renda, lazer, segurança e acesso aos bens e serviços de saúde. Infelizmente, o Brasil é um país marcado pela pobreza, miséria, violência, homicídios, tráfego de drogas e trabalho infantil. A renda per capita do brasileiro é irrisória, sendo que 1% da parte mais rica da população apresenta a mesma quantidade de riquezas que os 50% mais pobres. O abismo social é terrível! Temos uma polícia que não está mais conseguindo garantir segurança, uma rede de ensino que não educa e serviços de saúde que não conseguem atender a demanda de forma satisfatória. Todos esses elementos influenciam negativamente na saúde da população.

Amigos

O karatê, dentro desse contexto, pode ser uma ferramenta ímpar para a transformação de pessoas. Quando os ensinamentos do dojo-kun são colocados em prática e extrapolam os limites da academia, transformando-se em uma filosofia de vida propriamente dita, permite que aqueles indivíduos menos favorecidos, do ponto de vista socioeconômico, desenvolvam uma característica muito interessante, chamada de resiliência.

Proveniente da física e, adaptado à psicologia, resiliência é um termo que reflete a capacidade de suportar dor, administrar conflitos e se adaptar às mudanças psicossociais. Corresponde à capacidade de superação de crises e adversidades. Uma criança que vive em uma comunidade violenta pode tornar-se uma pessoa honesta e rica no futuro se tiver a capacidade de enfrentar e superar obstáculos, da mesma forma que um usuário de drogas pode abandonar o vício ou uma mulher que é moradora de rua pode procurar um emprego e viver em uma casa confortável. O karatê atua como agente catalisador do processo de superação dos problemas, levando as pessoas a se tornarem mais resilientes, guerreiras e vitoriosas.

Para aqueles que já são bem sucedidos, podem se tornar ainda mais através do karatê…

Assim, diante de tudo que foi exposto, concluí-se que temos que valorizar mais a nossa saúde, no seu conceito mais amplo, físico, mental e social. Infelizmente, muitas pessoas só começam a se cuidar quando têm um problema já instalado, o que não é uma atitude saudável. Fortalecer o corpo e a mente são pontos fundamentais para ter uma vida mais rica, agradável e cheia de significados. Os caminhos para tal são diversos, mas tenha certeza de que trilhando corretamente o Karatê-Dô (Caminho das Mãos Vazias), não será você que ficará correndo atrás da saúde, mas sim a saúde que tentará correr atrás de você.

Share.

About Author

André Miranda

Nascido no Rio de Janeiro, mas, devido a sua ascendência nordestina, criado na Bahia, começou Karatê em 1988, na extinta Lince Karatê Clube, com a Sensei Amanda Barcelar Pires (primeira faixa-preta mulher da Bahia, aluna de Denilson Caribé - ASKABA). Graduou-se faixa preta pela FNAM, com o Sensei Masco Monteiro. De volta ao Rio de Janeiro, continuou seu treinamento com o Sensei Humberto Amorim (6º Dan), no Quartel São João da Urca, com quem continua treinando. Praticante do estilo Shotokan Ryu, o qual é 3º Dan, em 2009 começou a praticar Jiu-Jitsu (sob a orientação do Sensei Gustavo Souza - 6º Dan) e Aikido (sob a orientação do Sensei Luciano Santana - 4º Dan). Amante da cultura Japonesa fundou o Instituto Ishindo, onde busca difundir a cultura e tradição marcial japonesa.

Comments are closed.