Ki – Energia do Universo

0

KI-energia-universal

“Existe uma energia universal de onde se originam todas as demais forças (físicas, psíquicas e espirituais) e para, em algum momento, todas convergem.
Ela está presente em todas as coisas, fluindo entre nós e através de nós. É o princípio e o fim e podemos entendê-la como a essência de Deus.
Muitos nomes são dados, mas poucos conseguem experimentar seu fluxo.
O fato é que vivemos em um mundo de multiplicidades de energias, gerando um sistema cíclico de trocas e convergências de energias.
Estar em harmonia consigo e com o universo a sua volta é verdadeiramente sentir essa energia e ao sentir seu fluxo, o homem passa a fazer parte do universo.” (Yudansha André Miranda)

Essencial na formação das culturas asiáticas, o Ki (Ch’i, em chinês) só recentemente se tornou um conceito conhecido no Ocidente. No entanto, não é fácil definir o Ki em nenhuma língua. Ki é o agente ativo da criação: “Miríades de coisas possuem o yin e abraçam o yang, e através do ki alcançam a harmonia.” Assim o ki é sinônimo da própria força vital: “Se há ki, há vida. Se não há ki, há morte.” Como um princípio animador, o ki faz o mundo funcionar: ele sustenta o vento e a chuva, ele pode ser sentido como claro ou frio, ele flui no sangue e ele até mesmo forma as montanhas e os rios. Neste sentido, ki é energia universal. (John Stevens – O Segredo do Aikido)

images

O Ki, portanto, é a energia gerada por todas as coisas vivas, ela cerca e penetra em tudo, unindo todo o universo. Como todas as coisas, o Ki se manifesta na dualidade positiva e negativa; paz, serenidade e conhecimento são manifestações luminosas do Ki, enquanto agressão, raiva e medo consistem em manifestações obscuras da energia universal.

Morihei Ueshiba falava sobre princípios cósmicos do ki em termos gerais, mas também utilizava esse mesmo termo para condições mais específicas. Para esse grande Mestre, Ki significava vitalidade e saúde, o que a língua japonesa expressa através da palavra genki (ki original).

A Arte Marcial favorece esse “ki original”, mantendo praticante saudável e vigoroso, enquanto ele aprende a concentrar o fluxo do ki para a explosão de energia através do kime (concentração do ki em um ponto do corpo), e sua projeção através do kiai (projeção do ki).

Diz-se que a força reside onde o ki está concentrado e estável; a confusão e malevolência reinam onde o ki estagna. Estudiosos no assunto apontam para a intenção das pessoas em relação à disposição do ki. Uma atitude ki positiva é fundamental para a saúde física e mental. Pensar positivamente, nos leva a praticar atos positivos, e com isso atrair energias positivas que irão se materializar em coisas positivas. (Morihei Ueshiba)

Monk Meditation Himalaya Alone

Os orientais acreditam que a energia ki é perceptível pela sensibilidade, pois não sendo vista com os olhos, somente pode ser sentida; no plano físico podemos percebê-la pela corrente elétrica ou ondas sonoras, enquanto no plano espiritual pela aura.

Na natureza, contrariamente ao que se poderia imaginar, tudo tem regras; um exemplo disso é a regra de que na maioria das manifestações naturais encontramos a presença de formas curvas, sendo este um segredo da natureza. A Terra é um círculo; o Universo é um círculo. No DNA, as faixas paralelas espiraladas também são basicamente ciclos modificados. Isso porque a forma melhor para o fluidez da energia é o círculo.

Segundo “Hetu Loshu”, uma corrente muito antiga da filosofia chinesa, a força do Universo gira no sentido anti-horário, dando origem a energia Yang. A Terra, ao girar do leste para oeste, ou seja, em sentido horário, dá origem à energia Yin. Desse modo, os elementos da Terra sofrem duas forças opostas: uma do Universo e outra da Terra. Esse movimento produzindo forças opostas, resultam em uma força em espiral que influencia toda a matéria, isto é, todas as coisas existentes, incluindo o ser humano. Assim, essas mesmas forças que estão presentes na forma do DNA, elemento fundamental da vida humana, também são responsáveis pelo surgimento das coisas contrárias, como: sorte e azar, alegria e tristeza, homem e mulher. (Cai Wen Yu – Qi Gong – Antiga Arte Marcial Interna)

O Universo, portanto, é um lugar de equilíbrio: vida e morte, criação e destruição, amor e ódio, tudo girando em torno da energia ki.

E porque o Universo é assim? Ainda não podemos compreender exatamente o porque deste fenômeno, apenas entendemos que a natureza é assim e nós, como parte dela, somos ligados a esta energia ki. Isso não depende de nossa vontade, do fato de querermos ou não estar ligados. Somos conectados e por este motivo é que precisamos viver em harmonia com o Universo.

Mesmo que não possamos entendê-la, esta força flui dentro de nós e é de suma importância, para aqueles que buscam o Caminho, entrar em sintonia com a natureza, pois é através dela que esta energia ki se manifesta e flui.

OSS.

Fontes:
– John Stevens (Os Segredos do Aikido).
– Cai Wen Yu (Qi Gong – Antiga Arte Marcial Interna).
– Ki – Energia do Universo – (Artigo).
141965_Papel-de-Parede-Nebulosa-dancante_1280x800

Compartilhe.

Sobre o Autor

André Miranda

Nascido no Rio de Janeiro, mas, devido a sua ascendência nordestina, criado na Bahia, começou Karatê em 1988, na extinta Lince Karatê Clube, com a Sensei Amanda Barcelar Pires (primeira faixa-preta mulher da Bahia, aluna de Denilson Caribé - ASKABA). Graduou-se faixa preta pela FNAM, com o Sensei Masco Monteiro. De volta ao Rio de Janeiro, continuou seu treinamento com o Sensei Humberto Amorim (6º Dan), no Quartel São João da Urca, com quem continua treinando. Praticante do estilo Shotokan Ryu, o qual é 3º Dan, em 2009 começou a praticar Jiu-Jitsu (sob a orientação do Sensei Gustavo Souza - 6º Dan) e Aikido (sob a orientação do Sensei Luciano Santana - 4º Dan). Amante da cultura Japonesa fundou o Instituto Ishindo, onde busca difundir a cultura e tradição marcial japonesa.

Comments are closed.