Lemas do Aikidô

0

A prática da filosofia das artes marciais implica, pois, uma forma de vida sóbria, sensata, paciente, plena de amor e em harmonia com todo o universo. E tudo isso é puro Aikido, um dos caminhos que nos une a Deus, que nos mostra as diversas faces de nossa mente, espírito e corpo.

“Devemos nos esforçar para estabelecer a bondade verdadeira, o amor verdadeiro, e a sinceridade verdadeira em todos os lugares.” (MORIHEI UESHIBA)

Veja abaixo os lemas do Aikidô:

  • Manter a disciplina
  • Não se enervar
  • Não se entristecer
  • Não possuir sentimento hostil
  • Ser compreensível e tolerante
  • Ser tranquilo
  • Ser pacífico
  • Manter a ética
  • Fazer amizade com todos
  • Respeitar a deus e as pessoas
  • Ser humilde
  • Ser justo e honesto
  • Conscientizar-se que o aikidô é o caminho que leva a deus
  • Conscientizar-se que o aikidô tem por princípio o auto-conhecimento

Entretanto, o praticante de Aikido deve entender que não basta decorar os princípios, necessário é entendê-los e vivê-los. Somente desta maneira aprenderemos a melhorar a vida do ser humano, alcançando objetivos que fazem parte de diversos aspectos das artes marciais como:

  • Equilibrar os desejos com as tendências vocacionais, de tal forma que aprenda a desejar o que, na prática, faz de melhor;
  • Ensinar a lidar com o medo;
  • Ensinar a viver estrategicamente;
  • Propor soluções de como preservar a saúde e controlar o estresse;
  • Ensinar a lidar com a solidão, extraindo a mensagem do silêncio;
  • Mostrar como desenvolver a personalidade tática;
  • Mostrar como criar uma técnica que permita que os ideais conduzam a ações práticas em todos os instantes da vida;
  • Desenvolver o espiritual e o humano.

Compartilhe.

Sobre o Autor

André Miranda

Nascido no Rio de Janeiro, mas, devido a sua ascendência nordestina, criado na Bahia, começou Karatê em 1988, na extinta Lince Karatê Clube, com a Sensei Amanda Barcelar Pires (primeira faixa-preta mulher da Bahia, aluna de Denilson Caribé - ASKABA). Graduou-se faixa preta pela FNAM, com o Sensei Masco Monteiro. De volta ao Rio de Janeiro, continuou seu treinamento com o Sensei Humberto Amorim (6º Dan), no Quartel São João da Urca, com quem continua treinando. Praticante do estilo Shotokan Ryu, o qual é 3º Dan, em 2009 começou a praticar Jiu-Jitsu (sob a orientação do Sensei Gustavo Souza - 6º Dan) e Aikido (sob a orientação do Sensei Luciano Santana - 4º Dan). Amante da cultura Japonesa fundou o Instituto Ishindo, onde busca difundir a cultura e tradição marcial japonesa.

Comments are closed.