Seminário Internacional de Kata – Kodokan

0

Ju-no_kata

Seminário Internacional de Kata Kodokan tem aulas do primeiro módulo

Mais de 100 alunos puderam praticar e ser orientados sobre Kime No Kata.

O Seminário Internacional de Kata teve sua primeira aula nesta quinta-feira, às nove da manhã, Centro de Excelência Esportiva do Judô, dentro do Complexo Esportivo Constâncio Vaz Guimarães, no Ibirapuera, em São Paulo. O primeiro módulo foi o Kime No Kata, que concentra técnicas de autodefesa. É composta por 20 técnicas, sendo oito executadas sentadas (ajoelhadas) e o restante de pé. Entre os movimentos coreografados, estão ataques com punhal e espada e defesas com estrangulamentos e até chutes e cotoveladas.

A agenda dos professores Haruki Uemura, presidente da Kodokan; Tadashi Sato, Toshihiro Utsugi, Shinro Fujita, Motonari Sameshima, Naoki Murata, Yoshihisa Dooba, Kenichi Shoshida e Tokuso Nambo continuou na tarde da última quinta-feira (21/05/2015)com uma visita a Casa Oficial do Cônsul-Geral do Japão.

Haruki Uemura, presidente da Kodokan; Tadashi Sato, Toshihiro Utsugi, Shinro Fujita, Motonari Sameshima, Naoki Murata, Yoshihisa Dooba, Kenichi Shoshida e Tokuso Nambo

Haruki Uemura, presidente da Kodokan; Tadashi Sato, Toshihiro Utsugi, Shinro Fujita, Motonari Sameshima, Naoki Murata, Yoshihisa Dooba, Kenichi Shoshida e Tokuso Nambo


Na sexta-feira (22/05/2015), foi a vez das oficinas de Ju No Kata, pela manhã e Kodokan Goshin Jutsu pela tarde. No sábado (23/05/2015), foram ministradas aulas de Nague No Kata e Katame No Kata e no domingo (24/05/2015), foram duas aulas específicas voltadas para o ensino do judô.

O Seminário Internacional de Kata Kodokan 2015, foi promovido pelo Kodokan do Japão e organizado pela Confederação Brasileira de Judô, através da Federação Paulista de Judô e teve o apoio do Instituto Kodokan do Brasil, fazendo parte das comemorações pelos 120 anos do “Tratado de Amizade, Comércio e Navegação”.


Fontes: Confederação Brasileira de Judô / Blog Judô Filosofia de Vida

Share.

About Author

André Miranda

Nascido no Rio de Janeiro, mas, devido a sua ascendência nordestina, criado na Bahia, começou Karatê em 1988, na extinta Lince Karatê Clube, com a Sensei Amanda Barcelar Pires (primeira faixa-preta mulher da Bahia, aluna de Denilson Caribé - ASKABA). Graduou-se faixa preta pela FNAM, com o Sensei Masco Monteiro. De volta ao Rio de Janeiro, continuou seu treinamento com o Sensei Humberto Amorim (6º Dan), no Quartel São João da Urca, com quem continua treinando. Praticante do estilo Shotokan Ryu, o qual é 3º Dan, em 2009 começou a praticar Jiu-Jitsu (sob a orientação do Sensei Gustavo Souza - 6º Dan) e Aikido (sob a orientação do Sensei Luciano Santana - 4º Dan). Amante da cultura Japonesa fundou o Instituto Ishindo, onde busca difundir a cultura e tradição marcial japonesa.

Comments are closed.