Shinto Muso-ryu Jojutsu

0

Shintō Musō-ryū ou shindō Musō-ryū é o estilo mais conhecido de bōjutsu. Foi criado por volta de 1605 pelo samurai Musō Gonnosuke Katsuyoshi (em japonês: 夢想 權之助 勝吉, ano da morte desconhecido).

A história do shintō Musō-ryū está profundamente ligada ao encontro que Musō Gonnosuke teve com o famoso samurai Miyamoto Musashi1 (em japonês: 宮本 武蔵, 1584–1645) . Os samurais encontraram-se pela primeira vez na cidade de Edo (atualmente Tóquio) em 16051 .

Ambos samurais vinham fazendo Musha Shugyo, peregrinação pelo Japão em busca de aperfeiçoamento técnico. Os detalhes do embate não são claros, mas é certo que Gonnosuke foi derrotado por Musashi.

Esta derrota teve um grande impacto em Gonnosuke. Resolveu se isolar em um templo, onde ficou praticando e meditando sobre como vencer a espada de Musashi. A tradição do shintō Musō-ryū conta que no 37° dia de isolamento recebeu a resposta na forma de um sonho.

Neste sonho uma criança dizia a ele “maruki wo motte, suigetsu wo shire”2 , ou seja, “segure um bastão arredondado e descubra o suigetsu”.

Suigetsu significa literalmente “a lua sobre a água” e refere-se ao plexo solar.

Como resultado, Gonnosuke criou o jō, um bastão de madeira cuja medida quatro shaku, dois sun e um bu (aproximadamente 1,28 m) é mantida até hoje nas armas usadas no estilo. Gonnosuke acreditou que com este bastão conseguiria vencer Musashi.

A tradição do shintō Musō-ryū fala sobre um segundo duelo, no qual Gonnosuke teria conseguido equilibrar forças com Musashi.

Muso Gonnosuke posteriormente se tornou um vassalo do clã Kuroda. Foi lá que o shintō Musō-ryū permaneceu até o fim da era dos Samurais.

Compartilhe.

Sobre o Autor

André Miranda

Nascido no Rio de Janeiro, mas, devido a sua ascendência nordestina, criado na Bahia, começou Karatê em 1988, na extinta Lince Karatê Clube, com a Sensei Amanda Barcelar Pires (primeira faixa-preta mulher da Bahia, aluna de Denilson Caribé - ASKABA). Graduou-se faixa preta pela FNAM, com o Sensei Masco Monteiro. De volta ao Rio de Janeiro, continuou seu treinamento com o Sensei Humberto Amorim (6º Dan), no Quartel São João da Urca, com quem continua treinando. Praticante do estilo Shotokan Ryu, o qual é 3º Dan, em 2009 começou a praticar Jiu-Jitsu (sob a orientação do Sensei Gustavo Souza - 6º Dan) e Aikido (sob a orientação do Sensei Luciano Santana - 4º Dan). Amante da cultura Japonesa fundou o Instituto Ishindo, onde busca difundir a cultura e tradição marcial japonesa.

Comments are closed.